Movimentos

17/11y

Quer

Filed under: poeresia — interaubis @ 01m/56

ser feliz?
Want to be happy?


Forget it!
Esquece!

1pixel-branco1.jpg

http://www.picsmark.com/_Rarindra_Prakarsa_Photography_kids-2

http://www.worth1000.com/contests/25627/roboren-7

5 Comentários »

  1. Excelente revelação, de uma enorme verdade.
    pena qua a mioria fuja disso, como se principiassem então a não viver, e assim não vivessem até morrer.
    Abraços

    António

    Comentário por António Amaral Tavares — 18/11y @ 04m/14

  2. o problema, caro António, é que há certas memórias ligadas a certos sofrimentos que fundam personalidades inteiras…

    Comentário por interaubis — 19/11y @ 11m/43

  3. Isso também é verdade. Mas há-de haver um dia na vida em que se corta o sofrimento pela secção mais funda que consigamos. Passámos, no entanto, por ele e isso é importante.
    Esta conversa faz-me lembrar o filme “O Sacrifício”, de Andrei Tarkovski, cuja história se passa na Suécia. Para Salvar o inocente filho de uma 3ª guerra mundial com que sonhou, a personagem, principal tem que incendiar a sua casa na praia, naquele longo pôr-do-sol sueco. É tomado como louco e é internado.

    Comentário por António Amaral Tavares — 20/11y @ 11m/57

  4. Adoro os tempos e os silêncios do Tarkovsy🙂
    Aliás, fotos do Tarkovsky:
    http://www.diphotos.net/JJ/Tarkovskij/Web/li1.htm

    Comentário por interaubis — 20/11y @ 08m/00

  5. ou Tarkovski, né, escrevi errado (duas vezes, rs)
    abs

    Comentário por interaubis — 20/11y @ 08m/27


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: